Áine Chliar, A Brilhante, é uma Deusa Solar da família dos Tuatha de Danann, uma das tribos míticas que povoaram a antiga Irlanda. Filha de Manannan, Deus dos mares e do Outro Mundo, e irmã de Grian, com quem divide o posto solar entre os períodos mais claro e escuro do ano. 

   Áine é conhecia hoje na bruxaria moderna como Rainha das Fadas, mas seu culto origina no folclore ancestral irlandês. Ela é matrona da colina de Knockainey, na cidade de Limerick, província de Munster, a alguns quilômetros do lado de Lough Gur, em honra ao Deus da Luz. O nome da montanha vem de Cnoc (colina) e Áine (o nome da Deusa). Knockaine é portanto sua colina.

   Descrita por uma beleza sem igual e brilhante como aquela que tece os raios de Sol, Áine é conhecida como uma ninfa encantadora, cujo nenhum homem seria capaz de resistir. Além da beleza, é uma Deusa protetora e raivosa, tendo se vingado de todos os homens que tentaram tirar proveito de seus poderes. 

   Violentada pelo Rei de Munster Ailill Olom, a Fada ranca-lhe a orelha com sua própria boca e amaldiçoa seus filhos. Olom significa "o uma orelha" em tradução livre.

 

   Áine também é enganada e violentada por Maurice FitzGerald, primeiro Conde de Desmond, às margens do Lough Gur. Do ato nasce Gearoid Irla, O Mago, que teria dotado da Deusa poderes mágicos. Um dia flagrado pelo pai, transforma-se em ganso e nunca mais retorna.

 

   Nos registros da Irlanda, o filho de Maurice chamava-se Gerald FitzMaurice FitzGerald, conhecido como Gerald O Poeta. Foi o terceiro Conde de Desmond e desapareceu em 1398.

   Áine é associada às fadas assim como toda a linhagem dos Tuatha de Danann. Ainda hoje é cultuada no Solstício de Verão, e nos três dias seguintes a Lughnasadh (festival da primeira colheita). Transforma-se em Cisne e também em uma égua vermelha, jamais alcançada.

 

   Há pouquíssimo registro sobre cultos e mitos de Áine, mas seu nome sobrevive como símbolo do poder, encanto e independência feminina.

 

 Leia o artigo completo.   

Seam Smyth conta a história e o folclore de KnockAine. (Video: Voices From the Dawn)

Sally Walsh celebra o Solstício de Verão em Knockaine. (Vídeo: Voices From the Dawn)

Palestra apresentada no 9o Encontro de Druidismo e Reconstrucionismo Celta (2018). Material aqui